Laboratório do TJCE

Seminário reuniu especialistas em inovação, eficiência e sustentabilidade

17 de julho de 2020 Visualizada 67 vez(es).

Será realizado na tarde desta sexta-feira (17/07), a partir das 14h, o Seminário “Inovação. Eficiência. Sustentabilidade”, iniciativa do Judiciário cearense que vai reunir especialistas do setor público para compartilhar conhecimento e mostrar aos participantes que criatividade, tecnologia e colaboração podem e devem ser combustíveis para as mudanças de paradigma e o início de uma nova era na Justiça, mais célere e responsiva à sociedade. As informações são do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE)

A abertura do evento terá a participação do presidente do TJCE, desembargador Washington Araújo, do presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Tarcísio Haroldo Cavalcante Pequeno, e do conselheiro Rubens de Mendonça Canuto Neto, que vai apresentar os projetos de inovação tecnológica que estão sendo desenvolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento será totalmente virtual e transmitido ao vivo pelo canal oficial do TJCE no YouTube.

“Pretendo dar destaque especial para a plataforma do Processo Judicial eletrônico (PJe), no âmbito dos micro-serviços”, adianta Rubens Canuto, que é desembargador federal e também presidente da Comissão Permanente de Tecnologia da Informação e Inovação do CNJ. Em sua participação, vai “destacar que diante do atual cenário econômico do País, o aumento da eficiência na prestação de nossos serviços não pode mais ser buscado pelo aumento da estrutura física e da quantidade de servidores, mas com a criação de soluções inovadoras, capazes de otimizar nossos recursos humanos e financeiros”.

LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO
Focado no desenvolvimento das soluções necessárias ao constante aprimoramento da gestão pública, o Laboratório de Inovação do TJCE será lançado pelo presidente da Corte, desembargador Washington Araújo durante a abertura do Seminário. “Será um espaço onde podemos discutir os problemas, desenvolver ideias e soluções, além de ferramentas típicas do processo de inovação”, explica o magistrado.

No ambiente do Laboratório serão concebidas inovações como o processo eletrônico, que tem vantagens ressaltadas pelo presidente, como o aumento da produtividade, segurança e qualidade da informação, além da possibilidade de trabalhar de qualquer lugar. “O que queremos é trabalhar disrupção e inovação, criatividade e colaboração, tudo junto, num verdadeiro ambiente de desenvolvimento, de novas soluções tecnológicas, o que turbinará o desenvolvimento do Tribunal de Justiça do Ceará. E, pra isso, nós queremos e necessitamos da participação de todos neste evento”, convoca o desembargador.

Painéis

As apresentações iniciarão às 14h30. No painel sobre Inovação no Poder Judiciário, a juíza Federal de São Paulo e integrante do Laboratório de Inovação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (LIODS) do CNJ, Luciana Ortiz, ministrará a palestra “A importância dos Laboratórios de Inovação para o Poder Judiciário”.

“Agenda 2030 no Poder Judiciário” é o tema da palestra subsequente, apresentada pela conselheira do CNJ, Maria Tereza Uille Gomes, membro do Conselho Consultivo do Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB LAB), coordenadora do Comitê Interinstitucional de Integração das Metas do Poder Judiciário e Agenda 2030 e coordenadora do LIODS.

O segundo painel abordará a inovação no Setor Público e começará às 15h30 com a palestra “A experiência do Laboratório de Inovação em Governo – Gnova”, ministrada por Guilherme Almeida, co-fundador da entidade e também membro do Conselho Consultivo do AMB LAB. Ele vai abordar a necessidade de entendermos como tornar o setor público mais eficiente, responsivo aos cidadãos, resolvendo de forma mais adequada os problemas da sociedade.

O diretor do WeGov, André Tamura, encerrará o painel falando sobre “Rede colaborativa de aprendizado e construção de inovação no setor público”. O palestrante defende a colaboração como elemento fundamental, além do conhecimento e da expertise, porque permite que as pessoas aprendam umas com as outras e construam essas ideias.

Confira a programação completa aqui!

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
[email protected]