AMB lança campanha ‘Sinal vermelho’ contra a violência doméstica, com apoio da ACM

10 de junho de 2020 Visualizada 67 vez(es).

As vítimas de violência doméstica terão uma nova forma de denúncia a partir desta quarta-feira (10). Para combater essa prática sofrida por diversas mulheres dentro de casa durante o período de pandemia da Covid-19, a AMB e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com várias entidades, apresentam a campanha “Sinal vermelho contra a violência doméstica”. A ação permitirá que a ajuda seja feita de maneira silenciosa e discreta.

Para denunciar, basta desenhar um “X” na mão e exibi-lo ao funcionário de alguma farmácia. Em seguida, os profissionais acionam a polícia, para atendimento da mulher. Balconistas e farmacêuticos não serão conduzidos à delegacia e nem, necessariamente, chamados a testemunhar.

Até o momento, mais de 10 mil farmácias em todo o país participam da iniciativa como agentes de comunicação contra a violência doméstica. A empresa interessada deve assinar digitalmente o termo de adesão da campanha, em formato de foto, e enviar para o e-mail [email protected]

No endereço www.amb.com.br/sinalvermelho, estão disponíveis as cartilhas voltadas às mulheres vítimas de violência doméstica e às farmácias, além do termo de adesão. Participe! Siga @campanhasinalvermelho (Instagram e Facebook) e @sinalvermelho (Twitter).

Confira a lista das redes que assinaram o termo de adesão

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
[email protected]