Direito Sistêmico

Presidente da ACM participa de palestra sobre soluções de conflito, na ALCE

2 de maio de 2019 Visualizada 89 vez(es).

O Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense realizou, nesta terça-feira (30), a palestra “Cultura de paz: Solução de conflitos nas organizações e na vida pessoal – Uma nova forma de olhar, pensar e agir nas relações de convivência na vida”, ministrado pela escritora e mestre em Ciência Jurídica, Márcia Sarubbi Lippman.

O presidente da Associação Cearense de Magistrados (ACM), Ricardo Alexandre Costa, foi um dos componentes da mesa. O evento aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e os trabalhos foram presididos pelo primeiro secretário da Casa, o deputado estadual, Evandro Leitão (PDT).

Estiveram presentes na palestra, ainda, a presidente do Grupo Mulheres do Brasil (Núcleo Fortaleza), Annette de Castro; a presidente da Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/CE), Christiane Leitão; a vice-procuradora geral de Justiça do Estado do Ceará, Vanja Fontenele; a juíza titular da Vara de Execução de Penais e Medidas Alternativas, Maria das Graças Almeida; a juíza titular da 2ª Vara de Execução Penal, Luciana Teixeira;  e a defensora pública Francilene Gomes.

Sobre a palestrante

Márcia Sarubbi Lippman é uma das expoentes do chamado Direito Sistêmico e professora da Universidade do Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Em sua exposição, ela destacou alternativas para a promoção da cultura de paz na área jurídica.

“O que cai nas mãos dos juízes, em geral, são petições sangrentas. Para isso, tem um remédio: é o peticionamento compassivo. Quando você for peticionar, lembre-se de que são seres humanos que estão com dor, que estão sofrendo”, exemplificou a escritora para uma plateia composta majoritariamente por defensores públicos, procuradores e magistrados.

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
acmag@acmag.org.br