ARTIGO

In medio virtus – artigo do desembargador aposentado Byron Frota

9 de fevereiro de 2018 Visualizada 209 vez(es).

Os artigos publicados no site da Associação Cearense de Magistrados (ACM) são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista da entidade.

Dizendo buscar a supressão de privilégios e redução de desigualdades, o governo demonstra, por seus atos, o contrário. Cito, por exemplos, o subsídio a petrolíferas e a montadoras; o Refis, – quase um perdão de dívidas e o dos que não pagaram o Simples, – mais o parcelamento dos empresários rurais com o Funrural. Essas medidas, juntas, trarão impacto maior do que a receita a ser auferida, caso aprovada, na Reforma da Previdência, havendo indícios de que as concessões e renúncias continuarão. O pior é que não há discussão com a sociedade, nem contestação forte no Parlamento, muito menos repercussão na mídia, até parecendo que estamos num País totalitário. Os meios de comunicação dizem que parlamentares estão sendo aliciados mediante verbas e cargos (públicos), isto é, remunerados para apoiar o Executivo, antes para evitar a instauração de ação penal contra o presidente, agora para aprovar matérias do interesse deste. Mas, o processo resultante do Mensalão não foi provocado exatamente porque parlamentares recebiam dinheiro para aprovar interesses da então presidente? Não se diga que o dinheiro está sob a rubrica de emendas, vez que uma simples investigação da PGJ estabeleceria a coincidência entre os apoiadores e beneficiados e, também, por fatos públicos e notórios independerem de provas. A apatia do povo resulta tanto da banalização da corrupção – uma mala cheia de dinheiro nada prova – quanto da omissão da parte boa do Parlamento e da imprensa, grandes indutores de mobilização. É imperioso que, sob pena de imperdoável inércia, esclareça-se à população sobre a fórmula de Macron, que conecta a economia de mercado aos direitos sociais, desprezando-se as ditaduras do proletariado e do empresariado, buscando-se o equilíbrio da virtude.

Byron Frota. Magistrado

Fonte: Diário do Nordeste

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
acmag@acmag.org.br