TESE

Pesquisador quer ouvir juízes sobre fatores psicológicos nas decisões judiciais

7 de abril de 2017 Visualizada 54 vez(es).

A influência de fatores psicológicos na tomada de decisões judiciais é tema de pesquisa destinada a magistrados brasileiros e portugueses, que subsidiará tese de pós-doutorado do procurador federal Douglas Marin dos Santos, aluno da Faculdade de Direito da Universidade do Porto (FDUP).

Com o título “Neurociência e direito: o cérebro, o inconsciente e o mito da neutralidade”, o questionário busca identificar as relações entre as recentes descobertas da neurociência, como os impactos do inconsciente nas decisões humanas, os vieses cognitivos e subliminares e a relação entre mente, cérebro e consciência na teoria da decisão judicial.

O questionário é anônimo e é dividido em duas partes. Para efeito de dados estatísticos, a primeira é referente à coleta de informações sobre os participantes, como idade, sexo, tempo de magistratura e município onde exerce suas funções. Já na segunda, são apresentadas dez afirmações sobre a experiência cotidiana no exercício da magistratura.

Os interessados devem responder até o dia 4 maio. Acesse a pesquisa, clicando no link: https://goo.gl/forms/KNAH5JttqlDSKZ152

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
acmag@acmag.org.br