DEMOCRATIZAÇÃO

Eleições diretas: ACM acompanha atividades da comissão especial

5 de setembro de 2016 Visualizada 90 vez(es).

Adesivo_Eleicoes_Diretas_1_sem_marca_AMB.cdrAcompanhando o andamento das atividades da comissão especial que analisará a proposta de implantar eleições diretas no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da ACM, juiz Antônio Araújo, a 1ª secretária da entidade, juíza Ana Cleyde viana e o 1° tesoureiro, juiz Irandes Sales reuniram-se com o presidente da comissão, desembargador Inácio de Alencar Cortez. A reunião foi realizada no Palácio da Justiça, no dia 31 de agosto.

No dia 31 de agosto encerrava-se o prazo para que os magistrados do estado do Ceará ofertassem sugestões que pudessem contribuir para a elaboração de uma nova minuta de resolução para a implantação das eleições diretas. Na reunião, o desembargador Inácio de Alencar comprometeu-se a, tão logo que recebesse as propostas, reunir-se com os demais membros da comissão para encaminhar os pleitos.

Sugestões da ACM
A ACM elaborou sugestões para apreciação da comissão e, enviou também, documentos que podem contribuir com o estudo. Clique aqui e veja o Ofício n° 185/2016, que descreve o material encaminhado pela entidade.

Comissão Especial
A comissão atende pedido da ACM e foi criada por meio da portaria nº 1235/2016, publicada no Diário da Justiça Eletrônico de 18 de julho de 2016. É composta por três desembargadores, sendo os demais, Lígia Andrade de Alencar Magalhães e Washington Luis Bezerra de Araújo, que tem como atribuição emitir parecer acerca da proposta.

 

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
acmag@acmag.org.br