15 ANOS

Sonho do baile de debutantes vira realidade para dez jovens em situação de acolhimento

15 de setembro de 2015 Visualizada 204 vez(es).

baile_15anosA noite de 11 de setembro de 2015 será inesquecível para dez garotas de Fortaleza. Pela primeira vez, elas comemoraram um aniversário com uma grande festa. Mais que isso: realizaram o sonho de ter um baile de debutantes. O evento foi iniciativa da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Desembargadores, juízes, servidores do Poder Judiciário, funcionários das unidades de acolhimento e representantes do Executivo estadual prestigiaram o I Baile Beneficente de Debutantes das Unidades de Acolhimento 2015. A festa ocorreu no Clube dos Magistrados, na Praia do Futuro.

Ana Cruz, secretária executiva da Secretaria Estadual de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), representou o governador Camilo Santana. Ela ressaltou o significado do evento. “Essas jovens são como qualquer outra, que sonha com um momento desse. Então a festa é a realização desse sonho mágico, lindo, de toda adolescente”.

A presidente da Cejai, desembargadora Lisete de Sousa Gadelha, explicou a importância da iniciativa. “É nosso interesse a inclusão social, que independe do procedimento formal. É preciso estar ao lado das crianças, dos adolescentes, para oportunizar a dignidade e a formação do cidadão”.

Duas debutantes vivem na Casa Lar Menina dos Olhos de Deus. Para o presidente da instituição, Salomão Liberato, a realização da festa mostra a união das unidades de acolhimento e o interesse do poder público de ressocializar essas garotas.

“Nossa Casa não é apenas uma instituição, é uma grande família. Elas poderem viver esse momento, como qualquer adolescente deseja viver, faz parte desse sonho, um sonho realizado”, acrescentou Salomão. Também foram beneficiadas adolescentes das instituições Nova Vida, Madre Paulina, Tia Júlia, Abrigo Desembargador Olívio Câmara e Acolhimento 2.

EMOÇÃO
Era difícil saber qual das garotas estava mais feliz. Entre sorrisos e lágrimas, elas comemoraram cada instante da festa. “Uma alegria imensa que eu não sei onde colocar no coração. É uma emoção tão grande saber que tem pessoas que me amam, que estão fazendo tudo pelos meus 15 anos. Não imaginava que esse sonho poderia virar realidade”, relatou uma delas.

A festa, com cerimonial de Flávio Liffeman e Mafrense Sousa, começou animada pela dupla sertaneja Fran e Diego. Logo em seguida, as jovens trocaram de roupa para o tradicional baile. Acompanhadas pelos alunos do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará, elas dançaram a música “A Thousand Years”, interpretada por Gustavo Serpa.

Adams Polary foi um dos cadetes. O adolescente, que também tem 15 anos, se sentiu honrado com a oportunidade. “Tivemos um prazer grande de participar desse ato de solidariedade ao lado dessas meninas tão especiais”

Depois houve os parabéns e a entrega de presentes para cada uma das jovens. Para encerrar, teve apresentação da banda Forró do Esticado.

O baile faz parte do projeto “Estreitando Laços”, criado para auxiliar na agilização dos processos de crianças e adolescentes em situação de acolhimento. Segundo a desembargadora Lisete Gadelha, a ideia é que uma vez por ano a festa possa ser realizada. “Não dá mais para parar, né? Não dá pra gente desistir de trazê-las àfelicidade”, concluiu.

ADOÇÃO NO CEARÁ
De acordo com a Cejai, no primeiro semestre deste ano foram concluídos 26 procedimentos de adoção no Ceará. Atualmente, 30 processos estão em andamento. Outros 32 meninos e meninas estão aptos a serem adotados, sendo que 20 já estão sendo visitados.

Ainda conforme o levantamento da Comissão, existem 52 pretendentes à adoção em todo o Estado.

 

Fonte: TJCE

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
[email protected]