INICIADA HOJE

11ª Semana pela Paz em Casa prevê a realização de 200 audiências em Fortaleza

20 de agosto de 2018 Visualizada 66 vez(es).

Foto: Reprodução TJCE

A 11ª edição da Semana da Justiça pela Paz em Casa iniciou-se nesta segunda-feira, 20 de agosto. Cerca de 200 audiências foram agendadas pelo Juizado da Mulher da Comarca de Fortaleza para ocorrer até o dia 24 de agosto, quando se encerra a força-tarefa. A iniciativa, que acontece em âmbito nacional, em Fortaleza conta com o apoio da Associação Cearense de Magistrados (ACM).

Nesta edição, serão priorizados julgamentos de feminicídio (quando a vítima é morta em razão da condição de gênero) e tentativas de assassinatos contra mulheres cometidos no âmbito familiar. Além das magistradas que estão à frente do Juizado da Mulher de Fortaleza, Rosa Mendonça e Teresa Germana Azevedo, seis outros juízes estão auxiliando, durante a Semana, são eles: José Maria dos Santos Sales, José Krentel Ferreira Filho, Antônio Cristiano de Carvalho Magalhães, Michel Pinheiro, Cláudio Augusto Marques de Sales e José Ronald Cavalcante Soares Júnior.

A ação acontece três vezes ao ano: em março, por ser o mês da mulher; em agosto, mês que marca o aniversário da Lei Maria da Penha e novembro, devido ao ativismo mundial em prol da causa.

Foto: Reprodução TJCE

Lançamento
A semana foi aberta durante solenidade realizada na última sexta-feira, 17 de agosto, no auditório da Corregedoria-Geral de Justiça. O evento foi conduzido pela presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher, desembargadora Lígia Andrade de Alencar Magalhães, que destacou o êxito da ação. “A iniciativa tem se mostrado exitosa, com a realização de grande número de audiências, júris, produção de sentenças, concessão de medidas protetivas e andamento de processos. Nas dez edições realizadas foram julgados 126 mil processos e concedidas mais de 64 mil medidas protetivas”, ressaltou.

A relevância da mobilização foi destacada pela juíza titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Fortaleza, Rosa Mendonça. “A mobilização é de fundamental importância porque a Justiça tem dimensão do número de casos de violência contra a mulher, que é assustador”, afirmou.

Na ocasião do lançamento, foram homenageados com certificados os magistrados que atuaram nas edições anteriores da semana.

Associação Cearense de Magistrados
Av. Santos Dumont, 2626 - Ed. Plaza Tower - Aldeota
Salas 1307 a 1311 - Cep: 60150-161
Tel/Fax: (85) 3264-8288
acmag@acmag.org.br